Conecte-se com seu filho através do brincar


"Eu não sou muito boa no lúdico. Quem faz isso bem é o pai."


Se identifica? Pra muitas pessoas, sentar no chão e interagir com a criança é muito difícil e está tudo bem, mas você está preparada pra quando o seu filho começar a buscar mais a atenção do pai do que a sua (ou vice-versa)?


Sim, as crianças têm predileção pelas pessoas que brincam com elas.

Não é nada pensado, não se trata de amar mais ou menos, não é pra te irritar, te testar, te ignorar ou qualquer coisa que você imagine que seja ruim. Trata-se apenas do subconsciente lembrando a criança das brincadeiras que ela já fez com determinada pessoa. Crianças aprendem por repetição, lembra? Elas copiam, ou seja, elas gostam de repetir padrões. Então, se a criança já sabe que alguém vai brincar com ela, é essa pessoa que ela vai procurar primeiro.


Através das brincadeiras, elas se sentem amadas, seguras e desenvolvem várias habilidades. Então que tal tirar da sua cabeça essa crença que te limita a se conectar mais com o seu filho?

Não importa quantos "eu te amo" você diz pra uma criança se você não reservar nem 15 minutos do seu dia, que sejam, pra sentar no chão e demonstrar esse amor.


Entenda, tudo acontece "acima" deles, no alto. Tudo acontece do nosso jeito. É como se eles não vivessem no nosso mundo. Quando você se senta no chão, olho no olho, e brinca com os brinquedos, participa da brincadeira, é como se você estivesse vivendo no mundo deles, aceitando quem eles são, dizendo que é legal ser criança. Esse é um dos principais motivos de as crianças quererem ser adultos rápido: elas começam a achar que ser criança é chato porque "todo mundo só faz coisas de adulto".


Tem coisa mais interessante pra fazer hoje do que brincar com seu filho? Bons estudos

Não quer perder as novidades?